RALI DE SANTA CRUZ 2011 SS1




Vítor Sá e Pedro Calado foram a equipa que em menos tempo cumpriu a primeira especial do Rali de Santa Cruz, a especial espectáculo da Vila da Camacha. A dupla do Peugeot 207 S2000 entrou assim da melhor forma na prova organizada pelo Automóvel Clube Concelho de Santa Cruz e coloca-se na frente com 3 segundos de avanço para os seus perseguidores, Miguel Nunes e Victor Calado. 1:58,6 para o pluri-campeão regional, enquanto que o campeão em título fez 2:01,6. A dupla do Mitsubishi Lancer Evo X fez o que lhe competia, proporcionou espectáculo, foi a mais rápida por entre os participantes do Agrupamento de Produção e chegou-se o mais possível a Vítor Sá. Ainda assim os 4 décimos de segundo de diferença para o seu irmão, António Nunes, que foi o 3º mais rápido, não permitem grandes descontracções, por isso o dia de amanhã promete e muito em termos de luta. João Magalhães registou neste pequeno troço o 4º melhor tempo, perdendo 2,2 segundos para o mais rápido do seu grupo e 5,2 para o mais veloz em termos de classificação geral. Apesar de já ter os problemas de pressão de gasolina já resolvidos, Filipe Freitas não entrou da melhor forma no Rali de Santa Cruz, pois em 2,95 Km’s perdeu mais de 4 segundos para o mais veloz dos Grupo N. Um mau início para o piloto natural de São Vicente, pois o tempo perdido poderá ser difícil de recuperar em tão poucas e curtas especiais. Mais satisfeito com o comportamento da sua viatura está Rui Pinto, o que ainda assim não lhe valeu grandes tempo nesta especial de abertura. O piloto do Mitsubishi Lancer Evo X rodou um segundo mais lento que o seu rival Filipe Freitas, o que lhe deixa a mais de 5 segundos do primeiro lugar do Agrupamento da Produção. Duarte Ramos levou o Mitsubishi Lancer Evo IX ao 7º posto da geral, a um escasso décimo do sexto, mostrando mais uma vez uma grande rapidez ao volante da viatura japonesa. Luís Serrado foi o mais veloz das duas rodas motrizes, levando o Peugeot 206 S1600 ao 8º lugar da geral, uma posição que muito dificilmente deverá largar até ao final do rali. André Silva e Filipe Carvalho fecharam o Top 10, com a primeiro a ser o mais rápido por entre os concorrentes do Troféu Eng.º Rafael Costa e o segundo a garantir uma boa classificação por entre as competições em que participa. No Open foi Francisco Tavares o mais rápido, escassos 8 décimos separam o homem forte da União Comercial de Gabriel Fernandes. Para amanhã pode-se antever uma excelente luta nesta competição, onde irão sobressair certamente estes dois nomes. Amanhã cumprem-se mais 6 troços, sendo que o primeiro tem hora prevista de arranque para as 14:35.

texto: www.ralismadeira.com

Sem comentários:

Featured Post

Audi A3 TDI para venda Ilha da Madeira

PARA VENDA  Audi A3 TDI 105cv Veiculo em excelente estado, bom andamento, confortável e econômico, consumos de 6L/100. Apenas com 83....